23
jul 15

DevOps – Parte 1: Por que a TI precisa de DevOps

DevOps – Parte 1: Por que a TI precisa de DevOps

DevOps é um termo relativamente recente que faz referência para a necessidade de colaboração entre as equipes de Desenvolvimento (Dev) e Operação (Ops).

Essas equipes geralmente têm objetivos conflitantes: A equipe de desenvolvimento precisa fazer modificações e correções rapidamente e disponibilizá-las para os usuários o mais cedo possível. A equipe de operação precisa garantir a estabilidade do sistema em produção. Acontece que mudança (Dev) e estabilidade (Ops) costumam não se dar bem juntas.

No mundo da agilidade essa necessidade é ainda mais latente e a integração é mais necessária, já que as liberações de versões tendem a ser muito mais frequentes com o conceito de time-box.

O conceito/prática de DevOps vem pra resolver esse problema, tendo como base:

  • Colaboração entre as equipes;
  • Entender o código fonte como parte da infraestrutura;
  • Automatizar;
  • Adotar ferramentas para controlar o fluxo;
  • Criar uma cultura de boas práticas.

Automatizar o fluxo de trabalho

Automatizar o fluxo de trabalho traz diversos ganhos, entre os quais:

  • Velocidade, o que reduz o tempo para disponibilizar uma correção (Dev) e também o down-time da aplicação (Ops).
  • Confiança e redução do risco de erro humano em atividades complexas, como o teste de regressão de um sistema inteiro (Dev) ou a publicação de uma versão no ambiente de produção (Ops).
  • Redução do tempo perdido em atividades repetitivas, como fazer um build (Dev) ou um backup (Ops).

É normal encontrarmos algumas automações esparsas nas organizações, mas quando o assunto é DevOps, a busca constante é por uma automação de ponta-a-ponta, e com total integração entre as ferramentas.

Adoção de DevOps

DevOps já é uma realidade e a sua adoção é crescente porque traz resultados visíveis. Segundo uma pesquisa da Puppet labs, hoje, 30% das pessoas que executam tarefas de DevOps já tem o cargo de “Engenheiro de DevOps” e 16% já trabalham em um departamento dedicado que leva o nome de “DevOps”.

O que encontramos com os estudos do ano passado sobre performance: Empresas de alto desempenho estão fazendo implantações 30 vezes mais rápido, com 50 por cento a menos de falhas do que seus pares de menor performance.

Puppet Labs - Análise de mercado

Segundo uma pesquisa do IDC publicada pela Fortune, os ganhos do uso de DevOps incluem:

  • Dobrar o número de implantações mensais dentro de 2 anos;
  • Acelerar de 15 a 20% a velocidade de entrega de funcionalidades para os usuários;
  • Redução de 25% do custo anual do ciclo de vida das aplicações, economia gerada pela adoção de ferramentas e automação.

Por outro lado, essa mesma pesquisa mostra que 80%  das implantações de DevOps que tentaram começar adaptando ferramentas caseiras falharam. Ou seja, os ganhos estão relacionados com uma implantação correta de todas as  perspectivas: cultura, conceitos, práticas e ferramentas!

 

No próximo artigo desta série, vamos contar um pouco das ferramentas que usamos e como DevOps está fazendo a diferença nos nossos projetos!

miguel.horlle
miguel.horlle

Desenvolvedor e Arquiteto, faz parte do time da SoftDesign há 10 anos. Adepto de métodos ágeis, entusiasta de DevOps, está sempre buscando tecnologias novas e colaborando em projetos Open Source.

Deixe uma resposta