09
out 18

Shine: um banco para freelancers

Shine: um banco para freelancers

O mercado de trabalho está mudando rapidamente, impulsionado pela ascensão da tecnologia e por transformações sociais, econômicas e políticas. Nesse cenário, se multiplicam os profissionais que buscam trabalhos alternativos ao modelo tradicional, como os freelancers, seja devido a maior flexibilidade e liberdade ou pela possibilidade de lucros superiores.

Entretanto, tais profissionais enfrentam barreiras burocráticas para adquirir serviços comuns, como alugar um apartamento ou abrir uma conta em um banco, por exemplo. Isso acontece em consequência da falta de documentação que garanta e comprove uma constância de ganhos, que dê segurança à instituição fornecedora.

Shine

Foi pensando nisso que a startup francesa Shine lançou recentemente seu banco, com o propósito de ser ‘o banco online ideal para os trabalhadores independentes’. Com um investimento de $9.3 milhões, o empreendimento quer facilitar a vida dos freelancers franceses reunindo todos os serviços necessários em apenas um aplicativo.

A primeira ação necessária após baixar o app é abrir a própria empresa, enviando uma foto da identidade e preenchendo um formulário – o processo é tão fácil que parece o cadastro em uma rede social. Basta isso para começar a receber e enviar dinheiro e, em poucos dias, o freelancer recebe um cartão de débito que pode ser personalizado de acordo com suas vontades. E, para os profissionais que trabalham com clientes, a Shine ainda oferece um sistema de faturamento integrado que gera PDFs e facilita as transações.

Tudo isso é gratuito e contribui para o desenvolvimento do mercado, além de fortalecer a autonomia de tais profissionais. Até agora, 25 mil freelancers já utilizam o banco na França e desses, 10% fizeram o registro da sua empresa pelo app. Quem será o primeiro player a seguir esse tipo de inovação no Brasil?

Fontes: Shine, TechCrunch

Micaela L. Rossetti
Micaela L. Rossetti

Coordenadora de Marketing da SoftDesign, é formada em Jornalismo (UCS) e mestre em Comunicação Social (PUCRS). Especialista em comunicação e marketing digital, é aluna do MBA em Gestão de Projetos da PUCRS.

Deixe uma resposta